Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Palestinos inspecionam um prédio destruído, após um ataque militar israelense em Gaza

(afp_tickers)

A Liga Árabe pediu uma reunião urgente do Conselho de Segurança das Nações Unidas sobre a situação em Gaza, onde Israel realiza desde a meia-noite desta segunda-feira uma operação aérea e pode, inclusive, mobilizar tropas, anunciou nesta terça-feira o secretário-geral da instituição, Nabil al-Arabi.

Doze palestinos morreram e 80 ficaram feridos nas operações aéreas israelenses nesta terça-feira em Gaza, segundo os serviços médicos do enclave.

O governo israelense também autorizou a convocação de 40.000 reservistas prevendo uma possível operação terrestre, segundo a imprensa local.

Um funcionário de alto escalão do organismo declarou à AFP que o secretário-geral "pediu ao representante da Liga Árabe ante a ONU que inicie consultas urgentes dentro do grupo árabe, para pedir uma reunião de emergência do Conselho de Segurança".

Pouco antes, o presidente palestino, Mahmud Abbas, havia solicitado à comunidade internacional que intervenha "para deter a perigosa escalada que pode provocar mais destruição e instabilidade na região".

AFP