Navigation

Médicos retiram 122 pregos do estômago de paciente na Etiópia

(Arquivo) Pregos semelhantes aos extraídos do estômago de um paciente na Etiópia afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 22. outubro 2018 - 12:00
(AFP)

Os médicos de um hospital de Addis Abeba extraíram 122 pregos e outros objetos cortantes do estômago de um paciente de 33 anos.

"O paciente sofre de uma enfermidade mental desde os 10 anos e há dois anos parou de tomar os medicamentos", afirmou AFP Dawit Teare, cirurgião do hospital St. Peters de Addis Abeba, capital da Etiópia.

"Provavelmente por esta razão começou a consumir estes objetos", completou.

Além dos 122 pregos de 10 cm de comprimento, os médicos retiraram quatro tachinhas, duas agulhas, um palito e vários pedaços de vidro, informou Teare, antes de explicar que por sorte os objetos não cortaram seu estômago, o que poderia ter provocado uma infecção grave e a morte.

"Imagino que consumiu estes objetos tomando água", disse o cirurgião, que já havia operado pacientes com problemas psíquicos que haviam consumido objetos cortantes, mas nuca em tal quantidade.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.