Navigation

México anuncia plano de emprego, educação e saúde a migrantes centro-americanos

Presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, durante o sexto e último informe de sua administração, no Palácio Nacional, no México, em 3 de setembro de 2018 afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 26. outubro 2018 - 22:45
(AFP)

O governo do México anunciou nesta sexta-feira um plano que oferece aos migrantes atenção médica, educação para seus filhos e acesso a um programa de emprego temporário enquanto permanecem nos estados de Chiapas e Oaxaca e solicitam refúgio.

"O governo de México está lançando o dia de hoje o plano 'Estás en tu casa'. Estando no México você poderá receber atenção médica e até mandar os seus filhos para a escola", disse o presidente Enrique Peña Nieto em um vídeo difundido através do Twitter.

O presidente detalhou que os requisitos para os migrantes que desejam entrar no plano é que se encontram nos estados de Chiapas e Oaxaca e que tenham solicitado refúgio no Instituto Nacional de Migração (INM).

"Este plano somente é para quem cumprir as leis mexicanas e é um primeiro passo a uma solução permanente para aqueles que tenham a condição de refugiado no México", disse.

Uma caravana com cerca 7.000 centro-americanos, a grande maioria hondurenhos, percorre o sul do México decididos a chegar aos Estados Unidos apesar das advertências do presidente desse país, Donald Trump, de que serão rejeitados.

Segundo dados da INM, outros 1.743 centro-americanos haviam solicitado refúgio após cruzar o México, particularmente menores de idade com suas mães e outras mulheres.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.