Navigation

Mediador dos EUA para o Oriente Médio renuncia

Martin Indyk (e) voltará ao seu posto de vice-presidente e diretor de Política Externa no centro de reflexão Brookings. afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 27. junho 2014 - 15:17
(AFP)

O chefe dos negociadores dos Estados Unidos no Oriente Médio, Martin Indyk, que não foi bem sucedido em sua tentativa de retomar as negociações de paz entre Israel e a Autoridade Palestina, renunciou, informou nesta sexta-feira o Departamento de Estado.

Indyk "voltará a seu posto de vice-presidente e diretor de Política Externa no (centro de reflexão) Brookings", indicou a porta-voz do Departamento de Estado, Marie Harf, em sua conta no Twitter.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.