Navigation

Milhares de franceses participam de atos em apoio a palestinos

Milhares de pessoas participaram de manifestações neste sábado em várias cidades francesas, incluindo mais de 10.000 em Paris, contra a ofensiva israelense em Gaza e contra a posição do governo francês diante do conflito. afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 02. agosto 2014 - 21:25
(AFP)

Milhares de pessoas participaram de manifestações neste sábado em várias cidades francesas, incluindo mais de 10.000 em Paris, contra a ofensiva israelense em Gaza e contra a posição do governo francês diante do conflito.

Marchas pró-palestinas, aos gritos de "Israel assassino, Hollande cúmplice" foram realizadas sem incidentes em Lyon (centro-este), Marselha (sul), Lille (norte), Montpellier (sul) e Avignon (sul).

A principal manifestação aconteceu em Paris, onde se reuniram entre 11.500 (de acordo com a polícia) e 20.000 pessoas (segundo os organizadores).

"Estamos aqui para mostrar nosso total apoio à resistência palestina e para denunciar este governo (francês) vergonhoso, alinhado com a posição de Israel", declarou em Paris Omar Alsoumi, um dos membros do Movimento da Juventude Palestina (PYM, nas siglas em inglês).

"Estou aqui para apoiar de todo o meu coração o povo palestino e a política do Hamas, que combate de forma regular e não ataca os mais frágeis, como faz o Tshahal (Exército israelense)", argumentou Amar, um manifestante de 60 anos.

Para ele, a posição de França em relação à ofensiva israelense em Gaza é "catastrófica". "Sou francês, e nunca estive tão decepcionado com a França como agora", disse.

"Sou mãe de quatro crianças e o que vejo pela televisão não é possível, é um crime contra a Humanidade", protestou Latifa Aiad, membro da associação França-Palestina de Mitry-Mory, na região parisiense.

Em Marselha, cerca de 2.300 pessoas, segundo a Prefeitura, saíram às ruas para protestar contra a operação em Gaza.

Em Lyon (centro-oeste), uma manifestação parecida reuniu 2.000 pessoas, segundo os organizadores, e 1.600, segundo a Prefeitura.

Alguns manifestantes exibiam cartazes com os nomes de vítimas mortas em combates em Gaza.

Em Lille (norte), entre 700 e 3.000 pessoas protestaram gritando palavras de ordem como de "Gaza ocupada, Europa deve agir". Uma enorme bandeira palestina, carregada por cerca de vinte manifestantes, encerrou o cortejo.

Outro ato reuniu em Montpellier (sul) entre 700 e 800 pessoas, segundo a polícia. Nele, cartazes traziam mensagens como "Fim ao massacre do povo palestino" e "Viva a resistência palestina em Gaza".

Um pouco mais cedo, em Avignon, também no sul da França, outra manifestação pró-Palestina reuniu aproximadamente 300 pessoas, de acordo com a polícia. Crianças usando roupas com manchas vermelhas abriram a marcha, constatou um jornalista da AFP.

A ofensiva israelense em Gaza já resultou na morte de 1.810 palestinos, na maioria civis. Do lado israelense, morreram 63 soldados e três civis.

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?