Navigation

Missão lunar da Nasa é batizada de Ártemis

Neil Armstrong e Buzz Aldrin em 20 de julho de 1969 na Lua. afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 14. maio 2019 - 03:48
(AFP)

A missão espacial americana à Lua em 2024 se chamará Ártemis, informou a Nasa nesta segunda-feira, que solicitou um orçamento adicional ao Congresso para manter seu cronograma acelerado.

O administrador da Nasa Jim Bridenstine anunciou o novo nome na noite desta segunda-feira, durante uma coletiva por telefone com jornalistas sobre uma verba adicional de 1,6 bilhão de dólares este ano para financiar os foguetes e veículos espaciais necessários para a futura caminhada na Lua.

Ártemis, filha de Zeus, é irmã gêmea de Apolo e "a deusa da Lua", disse Bridenstine.

Apolo foi o nome do programa que enviou doze astronautas americanos à Lua entre 1969 e 1972.

Em março, a administração de Donald Trump anunciou a volta dos astronautas à Lua, incluindo a primeira mulher, a partir de 2024.

O orçamento anual da Nasa é atualmente de 21,5 bilhões de dólares, dos quais 4,5 bi serão empregados no ano fiscal de 2019 (até setembro) no foguete SLS, no veículo Orion e no desenvolvimento da futura estação órbital lunar, três elementos indispensáveis para a volta do homem à Lua.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.