Navigation

Morreu general histórico, ligado a Fidel e Raúl Castro

Batista fez parte da chamada 'geração histórica' da Revolução Cubana. afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 30. junho 2014 - 16:21
(AFP)

O general reformado Sixto Batista Santana, que ocupou altos cargos políticos e militares em Cuba durante mais de meio século, morreu no domingo, em Havana, aos 82 anos, informou o jornal oficial Granma.

Batista fez parte da chamada "geração histórica" da Revolução Cubana.

Na sexta-feira passada, o Granma publicou outro obituário, de Orestes Guerra, um veterano de 82 anons.

Veterano da luta guerrilheira comandada por Fidel Castro na década de 1950, Batista realizou missões militares em Angola e Etiópia nas décadas de 1970 e 1980, foi suplente do Gebinete Político e do Secretariado do Partido Comunista.

Também foi chefe da direção política do ministério do Interior, coordenador nacional dos Comitês de Defesa da Revolução, membro do Conselho de Estado e deputado no parlamento.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?