Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, discursa em Tel Aviv.

(afp_tickers)

O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu declarou nesta quarta-feira que Israel vai manter sua operação "Barreira de Proteção" contra o Hamas na Faixa de Gaza e responderá a qualquer ataque com força ainda maior.

"A operação Barreira de Proteção não será concluída enquanto não tivermos a garantia da segurança dos israelenses", declarou em uma coletiva de imprensa em Tel Aviv.

"Se o Hamas atacar, vamos responder com ainda mais força, e, se eles não entendem hoje, amanhã eles vão entender; e se não for amanhã, será depois de amanhã", disse.

Questionado sobre relatos de que Israel havia realizado uma operação na noite de terça-feira contra Mohammed Deif, líder do braço armado do Hamas, o primeiro-ministro se esquivou da pergunta.

"Os líderes de organizações terroristas são alvos legítimos. Ninguém está a salvo de nosso fogo", garantiu.

AFP