Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) O anúncio da saída de Neymar do Paris Saint-Germain era o assunto mais comentado no Twitter em nível mundial nesta quarta-feira

(afp_tickers)

O anúncio da saída de Neymar do Paris Saint-Germain era o assunto mais comentado no Twitter em nível mundial nesta quarta-feira, superando com folga no Brasil a discussão da denúncia por corrupção contra o presidente Michel Temer, na nona colocação na rede social.

"Quem liga pra Temer quando o Neymar tá no meio desse rolo todo... PRIORIDADES BRASIL, A COPA É ANO QUE VEM", escreveu Renato Navarro (@Rento_Maldito).

Uma passagem rápida pelas mensagens mostrava que os comentários e 'memes' críticas à saída do astro brasileiro do Barcelona eram a grande tendência. "Só eu que gostei que o Neymar foi pro PSG", afirmou @MatheusAudi1.

Uma das publicações mais retuitadas era uma montagem de um combate de luta-livre em que Neymar trai os companheiros do trio MSN do Barça, o uruguaio Luis Suárez e o argentino Lionel Messi, que deviam juntos enfrentar o brasileiro Daniel Alves, ex-jogador do clube catalão e hoje integrante do elenco do PSG.

Os internautas também faziam referências ao fator econômico da transação, afirmando que o atacante de 25 anos está mais preocupado com as finanças do que com o futebo. "Neymar deixou claro duas coisas, dinheiro é a felicidade para ele e que a cabeça dele nunca mudou, Neymar será só mais um", tuitou @luucasperera.

Outros aludiam à influência do pai e empresário, Neymar Da Silva, na carreira do craque. Numa animação é possível ver um cachorro branco com o rosto de Neymar com a legenda "um cachorro às ordens do pai".

Mas nem tudo são críticas. Alguns usuários destacaram as possibilidades que se abrem para Neymar, que começou a carreira no Santos.

"Mais que dinheiro, me parece que #Neymar quer ser líder como na seleção brasileira, com Messi no Barça nunca conseguiria", escreveu @maurodonto.

Finalmente, para alguns usuários do Twitter, a rede social foi usada para desabafar a frustração com o fato da saída de Neymar do Barça ocupar mais espaço no noticiário do que o futuro do presidente Temer, acusado de corrupção passiva. "A quem interessa a contratação de Neymar pelo PSG no dia da votação contra Temer?", perguntou @thearthir.

AFP