Navigation

Opositor venezuelano Leopoldo López e família se deslocam para embaixada espanhola

El opositor Leopoldo López (C), que fue liberado de su arresto domiciliario, acompañado en Caracas de militares desertores el 30 de abril de 2019 afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 30. abril 2019 - 19:37
(AFP)

O líder opositor venezuelano Leopoldo López, libertado nesta terça-feira (30) de sua prisão domiciliar por militares que apoiam Juan Guaidó, se transferiu com a esposa e um de seus três filhos da embaixada do Chile para a da Espanha em Caracas, informou a Chancelaria chilena.

"Lilian Tintori e Leopoldo López - de ascendência espanhola - se transferiram para a embaixada da Espanha. Foi uma decisão pessoal, considerando que nossa embaixada já tinha hóspedes", informou o chanceler chileno, Roberto Ampuero.

Preso em 2014, López cumpre desde 2017 sob prisão domiciliar uma sentença de quase 14 anos de regime fechado, por incitar protestos violentos contra o governo Chávez.

No início da rebelião nesta terça-feira contra o presidente Nicolas Maduro, Juan Guaidó apareceu em La Carlota, a principal base aérea no país, com um pequeno grupo de uniformizados e Leopoldo López. Este último disse ter sido "libertado" pelos militares de sua prisão domiciliar.

Na residência diplomática do Chile em Caracas permanece o parlamentar opositor Freddy Guevara, mantido como "hóspede" há um ano e cinco meses.

Cinco outros juízes venezuelanos também foram recebidos na residência chilena, mas conseguiram deixar o país. Atualmente, encontram-se no Chile, sob asilo político.

O Chile faz parte do Grupo de Lima, que nesta terça-feira anunciou uma reunião de emergência. Criado em 2017 por uma dúzia de países da América, incluindo o Canadá, o Grupo procura uma solução pacífica para a crise na Venezuela.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.