Navigation

Papa mantém neutralidade na véspera da final da Copa

Torcedores argentinos no Brasil exibem imagens do craque Lionel Messi e do Papa Francisco afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 12. julho 2014 - 18:05
(AFP)

O Papa Francisco, conhecido por seu interesse pelo futebol, manteve-se neutro neste sábado, véspera da final da Copa do Mundo, entre Alemanha e Argentina, seu país de origem, destacando que a competição mostrou a importância do diálogo entre diferentes culturas.

"Os Mundiais conseguiram promover o encontro de pessoas de várias nações e religiões. Que o esporte promova sempre a cultura do encontro", disse o papa em diferentes línguas em sua conta oficial do Twitter, @pontifex.

O Vaticano informou que Francisco "poderia" assistir a partida pela televisão, mas descartou a companhia de seu predecessor, o alemão Bento XVI, mais apaixonado pela teologia e pelo piano do que pelos esportes.

Jorge Bergoglio, que foi arcebispo de Buenos Aires, é fã de futebol desde a infância e torce pelo San Lorenzo de Almagro.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.