Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O papa Francisco, no Vaticano, no dia 2 de setembro de 2015

(afp_tickers)

O papa Francisco pediu neste domingo aos colombianos e aos venezuelanos que rezem para superar a crise fronteiriça que teve início no mês passado com a ordem de Caracas para fechar as fronteiras.

"Convido a todos, em particular os amados povos venezuelano e colombiano, a rezar para que, com um espírito de solidariedade e fraternidade, possam superar as atuais dificuldades", afirmou o papa durante na praça São Pedro.

O presidente colombiano, Juan Manuel Santos, respondeu a mensagem do papa Francisco, agradecendo-o por considerar a complexa situação fronteiriça nas últimas semanas.

"Agradeço as orações do Santo Padre @Pontifex_es por solução na crise da fronteira com a Venezuela", escreveu Santos em sua conta do Twitter, junto com um link com o vídeo da mensagem papal deste domingo.

A crise entre Venezuela e Colômbia começou em 19 de agosto com o fechamento da fronteira por Maduro, depois de um ataque a militares venezuelanos durante uma operação anti-contrabando, que o mandatário atribuiu a "paramilitares colombianos".

A tensão aumentou há pouco mais de uma semana, quando os dois países chamaram seus embaixadores para consultas.

Segundo a ONU, a crise deixa pelo menos 1.355 colombianos deportados e mais de 15.000 deixaram a Venezuela por medo de serem expulsos sem suas famílias e pertences.

AFP