Navigation

Parlamento opositor aprovará reingresso da Venezuela no Tiar, diz Guaidó

O líder opositor e autoproclamado presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, durante protesto em Caracas no dia 5 de julho de 2019. afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 07. julho 2019 - 19:58
(AFP)

Na ofensiva para tirar o presidente Nicolás Maduro do poder, o Parlamento, de maioria opositora, aprovará em uma segunda discussão o reingresso da Venezuela no Tratado Interamericano de Assistência Recíproca (Tiar), anunciou neste domingo o líder do parlamento, Juan Guaidó.

"Vamos avançar em todos os terrenos de luta. Temos o legítimo direito de construir as capacidades e alianças internacionais necessárias para proteger e defender o povo e nossa soberania. Cumpridos os passos requeridos, a Assembleia Nacional aprovará o Tiar", escreveu Guaidó no Twitter.

A Venezuela deixou o Tiar há seis anos.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.