Navigation

Partido Comunista comparece em peso a funeral de cardeal Ortega

Corpo do cardeal cubano Jaime Ortega exposto na catedral de Havana, durante sua despedida fúnebre, em 26 de julho de 2019 afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 28. julho 2019 - 23:44
(AFP)

Três altos dirigentes cubanos, também membros do seleto Birô Político do governista Partido Comunista (PCC, único), assistiram neste domingo (28) na Catedral de Havana às honras fúnebres do cardeal Jaime Ortega, artesão da histórica e efêmera aproximação com os Estados Unidos em 2014.

Assistiram à missa fúnebre celebrada pelo arcebispo de Havana, Juan de la Caridad García, os vice-presidentes Salvador Valdés e Roberto Morales, bem como o presidente da Assembleia Nacional (Parlamento), Esteban Lazo, entre outros funcionários do Partido governista e do governo cubanos, constatou a AFP.

O líder do PCC, Raúl Castro, e o presidente cubano, Miguel Díaz, Canel, que está na Venezuela participando do encerramento do Foro de São Paulo, enviaram coroas de flores para homenagear o cardeal, falecido na sexta-feira em Havana aos 82 anos.

O sepultamento do cardeal Ortega, que liderou a Igreja cubana por 35 anos até 2016, estava previsto para ocorrer neste domingo no Panteão dos Bispos do cemitério de Colón, em uma cerimônia privada, informaram fontes do clero local.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.