Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, na Cidade do México, em 17 de maio de 2017

(afp_tickers)

Os presidentes do México e da França, Enrique Peña Nieto e Emmanuel Macron, fizeram um chamado pela manutenção do multilateralismo comercial "tal como é hoje", nesta quinta-feira, em Paris.

"Somos dois países que acreditam na abertura comercial, acreditam no multilateralismo, acreditam justamente na globalização e buscamos oportunidades neste contexto", disse Peña Nieto no Palácio do Eliseu, onde se reuniu com Macron antes de viajar à Alemanha para participar da reunião de cúpula do G20.

"Desejo que possamos apoiar com força o multilateralismo tal como é hoje", expressou o mandatário francês, que também demonstrou seu desejo de "desenvolver as relações comerciais que estão sendo negociadas entre União Europeia e México".

Os membros dos 20 países mais industrializados e emergentes do mundo mais a União Europeia se reúnem nesta sexta-feira e no sábado na cidade alemã de Hamburgo, para a reunião de cúpula que deve ter discussões tensas das questões comerciais e climáticas, diante a postura radical da administração americana.

Nesta sexta, Peña Nieto vai se reunir com Donald Trump. A diplomacia mexicana já deixou claro que não espera resolver as questões mais importantes entre os dois países durante o encontro.

Na reunião desta quinta, os dois presidentes elogiaram a associação estratégica entre seus países.

Falando sobre clima, Macron destacou o "forte compromisso (do México) na negociação e no êxito do Acordo de Paris", e pediu que se "comprometa igualmente na sua execução".

AFP