Navigation

Peronista Fernández é eleito presidente da Argentina no primeiro turno

O candidato peronista à Presidência argentina Alberto Fernández (D) faz o sinal da vitória ao deixar sua seção eleitoral após votar em Buenos Aires, 27 de outubro de 2019 afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 28. outubro 2019 - 00:20
(AFP)

O peronista de centro-esquerda Alberto Fernández se elegeu presidente da Argentina com 47,36% dos votos contra 41,22% para o presidente Maurício Macri, após 75,46% das urnas apuradas.

Para vencer no primeiro turno, o candidato precisa ter 45% dos votos ou 40% mais dez pontos de vantagem sobre o segundo colocado.

Com o resultado, Fernández, um advogado de 60 anos, assumirá em 10 de dezembro a Presidência de um país mergulhado em uma grave crise econômica.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.