Navigation

Peru incinera 18 toneladas de droga apreendida durante confinamento

Foto de arquivo de um carregamento de drogas apreendidas no Peru, 12 de janeiro de 2017 afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 30. julho 2020 - 00:56
(AFP)

A polícia de combate ao tráfico no Peru incinerou nesta quarta-feira (29) 18 toneladas de drogas, a maior parte apreendida ao longo do confinamento nacional devido à pandemia do coronavírus, informou o Ministério do Interior.

"Este processo de destruição de 18 toneladas de drogas é uma demonstração da eficiência da polícia", declarou o vice-ministro do Interior, Esteban Saavedra, que supervisionou a queima da droga.

A droga apreendida de março a junho, que continha sete toneladas de cocaína, era oriunda dos vales 'cocaleiros' Apurímac, Ene e Mantaro, no leste do país.

A queima da droga foi realizada com a presença de uma comissão supervisora, integrada por um fiscal e agentes da Direção Antidrogas da Polícia, que certifica a pureza da droga para dar transparência ao processo de destruição.

Em 2019 foram incineradas mais de 63 toneladas de drogas no Peru, de acordo com a polícia.

Segundo a ONU, Peru, Colômbia e Bolívia são os maiores produtores mundiais de folha de coca e de cocaína.

O Peru viveu um rigoroso confinamento social entre 16 de março e 30 de junho devido à pandemia do novo coronavírus.

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.