Navigation

Peru incinera 19 toneladas de drogas apreendidas na pandemia

Foto divulgada pelo Ministério do Interior do Peru mostra agentes antidrogas participando do terceiro evento anual de destruição de drogas em Ate, nos arredores de Lima, em 30 de novembro de 2020 afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 01. dezembro 2020 - 02:00
(AFP)

A polícia antinarcóticos do Peru incinerou, nesta segunda-feira (30), 19 toneladas de drogas apreendidas em meio à crise de saúde causada pela pandemia de coronavírus, informou o Ministério do Interior do país.

"Com este ato, que constitui a parte final da luta contra o tráfico ilícito de drogas, reafirma-se o compromisso do Estado e de suas autoridades de combater este flagelo que tanto prejudica a população, mesmo em tempos de pandemia", disse à imprensa o diretor de combate ao crime organizado do ministério, general Óscar Gonzales.

As drogas foram apreendidas entre agosto e outubro, vindas dos vales cocaleiros formados pelos rios Apurímac, Ene e Mantaro, no leste do país.

A queima das quatro toneladas de cocaína, 9,1 de pasta de cocaína e 5,7 de maconha foi realizada na presença de uma comissão fiscalizadora constituída por um procurador e agentes da Direção Antidrogas da Polícia, que atesta a pureza do droga para dar transparência à sua destruição.

Em 2019, mais de 63 toneladas de drogas foram incineradas, segundo a polícia.

De acordo com a ONU, o Peru, a Colômbia e a Bolívia são os maiores produtores mundiais de folhas de coca e cocaína.

Partilhar este artigo