Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O presidente russo Vladimir Putin é visto em 8 de julho de 2014, em Moscou

(afp_tickers)

A popularidade da Rússia e do presidente Vladimir Putin caiu no mundo inteiro, particularmente na Europa e nos Estados Unidos, de acordo com pesquisa realizada em 44 países divulgada nesta quarta-feira.

Em meio à crise ucraniana, 74% dos europeus, 72% dos americanos e 68% dos habitantes do Oriente Médio disseram ter opiniões desfavoráveis ao país, segundo o Centro de Pesquisas Pew.

O sentimento negativo foi menor na América Latina, na Ásia e na África, com 45%, 41% e 31%, respectivamente. Mas em todas as regiões cresceu a percepção desfavorável, em relação há um ano. No Brasil, a reprovação aumentou 13% nos últimos dois anos.

Os países onde a desaprovação foi mais forte foram Polônia, Alemanha, Itália, Espanha, França, Inglaterra e Estados Unidos.

Seis em cada dez pessoas na Ucrânia criticaram o país vizinho, com um sentimento negativo muito mais forte na parte ocidental (83%) do que na Crimeia (4%), anexada recentemente pela Rússia.

Além disso, em 25 países a maioria das pessoas reprovou a atuação de Putin no cenário internacional, e 80% dos americanos expressaram que têm pouca ou nenhuma fé no líder russo.

O Pew fez 48.643 consultas presenciais e telefônicas em 44 países, incluindo na Rússia, de 17 de março a 5 de junho.

AFP