Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

As reservas de petróleo subiram claramente menos do que o previsto na semana passada nos Estados Unidos

(afp_tickers)

O preço do petróleo fechou em alta nesta sexta-feira em Nova York, em um mercado preocupado com a demanda por gasolina nos EUA e sustentado pelas tensões geopolíticas.

O barril de "light sweet crude" (WTI) para entrega em setembro subiu 2 centavos, a 102,09 dólares no New York Mercantile Exchange (Nymex).

Em Londres, o barril de Brent do Mar do Norte para entrega no mesmo mês terminou o dia cotado a 108,39 dólares, uma alta de 1,32 dólares em comparação ao fechamento de quinta-feira.

"A atenção do mercado se dirige agora a uma demanda flexível de produtos petrolíferos nos Estados Unidos", opinou Matt Smith, da Schneider Electric. A demanda por gasolina diminuiu 1% em termos anuais na semana passada, uma cifra preocupante para os negociadores em plena temporada das grandes viagens de carro nos EUA. Os estoques de gasolina, contudo, estão em 3,4 milhões de barris, quatro vezes maior do que o previsto.

Por outro lado, "as inquietudes relacionadas à escalada da violência na Líbia e no Iraque no final de semana sustentaram os preços do petróleo, particularmente do Brent", explicou Tim Evans, da Citi Futures. A esta preocupação soma-se também as tensões pela situação na Ucrânia.

AFP