Navigation

Plano de economia da BBC prevê corte de mais 415 empregos

O diretor de Informação da BBC, James Harding, declarou, no entanto, aos funcionários do grupo britânico que 195 novos postos de trabalho serão criados. afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 17. julho 2014 - 12:43
(AFP)

A BBC, maior grupo audiovisual no mundo, anunciou nesta quinta-feira a supressão de 415 empregos no setor da informação nos próximos dois anos como parte de um plano de economia.

O diretor de Informação da BBC, James Harding, declarou, no entanto, aos funcionários do grupo britânico que 195 novos postos de trabalho serão criados. Portanto, o número de cargos eliminados seria de 220.

"Será um período difícil de incertezas e mudanças", reconheceu, segundo declarações divulgadas pela BBC.

O plano de corte de empregos busca economizar 60 milhões de euros anuais antes do período 2016/2017. Em 2011, a BBC já havia anunciado a eliminação de 2.000 postos de trabalho.

O plano de economia é consequência do congelamento durante seis anos da taxa de contribuição anunciado pelo governo em 2010 dentro da política de austeridade.

o setor da informação da BBC emprega 8.400 pessoas, entre elas 5.000 jornalistas, informou a empresa.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.