Navigation

Premiê de Israel diz que cessar-fogo com Hamas não está na ordem do dia

Netanyahu rejeitou cortar o fornecimento de energia elétrica à Faixa de Gaza, que depende de Israel, como exigiam alguns integrantes de seu governo e deputados de direita e extrema-direita. afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 10. julho 2014 - 13:20
(AFP)

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, afirmou nesta quinta-feira que o cessar-fogo com o movimento islamita Hamas não está na ordem do dia, informou o jornal Haaretz.

"Não falamos com ninguém de um cessar-fogo no momento. Não está na ordem do dia", declarou o primeiro-ministro durante uma reunião da comissão parlamentar das Relações Exteriores e da Defesa.

Netanyahu rejeitou, no entanto, cortar o fornecimento de energia elétrica à Faixa de Gaza, que depende de Israel, como exigiam alguns integrantes de seu governo e deputados de direita e extrema-direita.

"Não podemos atuar como a Rússia na Chechênia", disse o primeiro-ministro, segundo o jornal.

A reunião da comissão aconteceu excepcionalmente no ministério da Defesa em Tel Aviv, ao invés do Parlamento em Jerusalém.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.