Navigation

Presidente argentino comemora anulação de condenações de Lula

O presidente argentino, Alberto Fernández, durante discurso à nação no Congresso, em Buenos Aires, 1º de março de 2021 afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 08. março 2021 - 22:24
(AFP)

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, comemorou nesta segunda-feira (8) a anulação das condenações da 'Lava Jato' contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e afirmou que a "Justiça foi feita".

"Comemoro que @LulaOficial tenha sido reabilitado em todos os seus direitos políticos. Foram anuladas as condenações contra ele que foram proferidas com o único fim de persegui-lo e eliminá-lo da corrida política", escreveu Fernández no Twitter.

"A Justiça foi feita!", acrescentou o presidente argentino, que se considera amigo de Lula.

O ministro do Supremo Tribunal Federal Edson Fachin anulou nesta segunda-feira as condenações contra Lula por considerar incompetente a 13ª Vara Federal de Curitiba, o tribunal que as proferiu, abrindo o caminho para o ex-presidente, de 75 anos, disputar as eleições presidenciais em 2022.

Lula tem duas condenações emitidas pela 13ª Vara Federal de Curitiba por casos vinculados à operação 'Lava Jato', que desvendou um esquema de propinas pagas por grandes empreiteiras a políticos para obter contratos com a Petrobras.

O ex-presidente sempre negou as acusações e se considera alvo de uma operação política contra ele, orquestrada por Sergio Moro, o juiz que liderou a 'Lava Jato', e que em 2019 assumiu o Ministério da Justiça do governo do presidente Jair Bolsonaro, cargo que manteve até abril de 2020.

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?