Navigation

Presidente chileno se reúne com CEO da Huawei, após críticas dos EUA

Presidente do Chile, Sebastián Piñera, fala durante uma visita à China, 26 de abril de 2019 afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 28. abril 2019 - 19:35
(AFP)

O presidente do Chile, Sebastián Piñera, em viagem à China, se reuniu neste domingo com Liang Hua, presidente da Huawei, companhia acusada de "espionagem" pelo secretário de Estado americano, Mike Pompeo, em visita recente a Santiago.

A reunião de Piñera com o executivo da Huawei foi precedida por uma polêmica surgida após Pompeo acusar a empresa chinesa de participar de serviços de espionagem e de advertir que o uso da tecnologia 5G desenvolvida por ela "forçará os Estados Unidos a tomar decisões sobre onde vamos colocar nossa informação".

No encontro entre o presidente e o representante da empresa, foram abordados "temas fundamentais para o Chile em matéria digital" como "a tecnologia 5G, a conectividade, a proteção de dados e a cibersegurança", informou o governo do país sul-americano.

De acordo com a comunicação da presidência chilena, Piñera também se reuniu com outras empresas dedicadas à inovação, inteligência artificial, robótica, telecomunicações e serviços de armazenamento de dados na nuvem.

Os encontros ocorreram na cidade de Shenzhen, conhecida como a "Sillicon Valley" da China por sua grande produção tecnológica.

A Huawei lidera o desenvolvimento da tecnologia 5G, rede de comunicação que é o principal campo de batalha entre China e Estados Unidos pela hegemonia tecnológica do século XXI.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.