Navigation

Presidente de El Salvador critica falta de "liderança" da ONU diante da pandemia

Em Nova York, o presidente de El Salvador, Nayib Armando Bukele, discursa virtualmente na sede das Nações Unidas afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 29. setembro 2020 - 23:17
(AFP)

O presidente de El Salvador, Nayib Bukele, disse nesta terça-feira (29) que a Assembleia Geral da ONU se tornou um espaço "irrelevante" e reclamou à organização sobre falta de "liderança" na luta contra a pandemia da covid-19.

"Falta liderança por parte dessa instituição para unir o mundo e enfrentar este vírus como uma frente comum", afirmou Bukele às Nações Unidas.

Em transmissão virtual, o presidente salvadorenho lembrou que há um ano se manifestou sobre a necessidade de a Assembleia Geral mudar seu formato para não se tornar "irrelevante".

"A Assembleia Geral mudou um pouco seu formato, mas mudou impulsionada por uma pandemia", ressaltou Bukele, questionando que o resultado dessa mudança foi "tornar-se mais irrelevante".

Para o governante, a Assembleia Geral deve ser uma "ferramenta" que gere mudanças no "destino comum" da humanidade.

"O que fizemos como Nações Unidas? Pergunte à primeira pessoa que vir, o que as Nações Unidas fizeram nesta pandemia", declarou ele, e acrescentou um apelo à comunidade internacional para que esteja "preparada" para novas ameaças globais semelhantes a da covid-19.

O governante de El Salvador agradeceu a ajuda internacional recebida por seu país para enfrentar a nova pandemia do coronavírus, mas esclareceu que "a maior parte" dessa ajuda se deu graças ao "trabalho bilateral" de seu país com outras nações, como os Estados Unidos e o Japão.

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.