O presidente eleito da Argentina, Alberto Fernández, teve uma conversa telefônica com o mandatário francês, Emmanuel Macron, na qual falou sobre a situação da América Latina, segundo ele mesmo afirmou neste sábado em uma reunião do Grupo de Puebla em Buenos Aires.

"Tive uma conversa esplêndida com Macron. Falamos do Lula, do Chile, da Bolívia, da Venezuela", disse Fernández, ao abrir a reunião do grupo de dirigentes progressistas latino-americanos.

"Senti que Macron me entendia. Disse a ele que com Lula livre sopram novos ventos no Brasil", indicou Fernández, em uma alusão aos atritos que o presidente francês teve com Jair Bolsonaro.

Fernández assumirá a presidência da Argentina em 10 de dezembro, com Cristina Kirchner como vice-presidente.

O presidente eleito não disse se convidou Macron a sua posse.

Palavras-chave

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Siga-nos no Instagram

Siga-nos no Instagram

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.