Navigation

Presidente retoma viagens pelo México com percurso por terra de quase 20 horas

(Arquivo) O presidente do México, Andrés Manuel López Obrador afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 29. maio 2020 - 22:20
(AFP)

O presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, confirmou nesta sexta-feira que irá retomar seus giros nacionais com uma viagem rodoviária de quase 20 horas até a turística Cancún, parte da retomada das atividades do país após o confinamento.

Obrador antecipou seu itinerário, para poder realizar o trajeto, de 1.612 km, "fazendo paradas", disse, em conferência matinal. A viagem presidencial acontece no momento em que o país inicia a transição para uma nova normalidade, a partir de 1º de junho, com uma retomada gradual da vida econômica e social. Trinta e um dos 32 estados mexicanos, no entanto, ainda estão no nível máximo de alerta sanitário, segundo parâmetros oficiais.

López Obrador não explicou por que descartou viajar de avião. Esta semana, disse que estava disposto a usar máscara se a companhia aérea exigisse. O presidente vem resistindo, pelo menos em público, a respeitar esta e outras medidas de precaução, como desinfetar as mãos com álcool em gel.

López Obrador é alvo de críticas da oposição por sua estratégia frente à crise e por ter mantido sua agenda pública, com beijos e abraços em apoiadores, no momento em que o país já registrava casos do novo coronavírus.

Sobre sua hospedagem, o presidente disse que buscará locais sem muita comunicação com outras pessoas e que não violem as restrições em vigor ao turismo e o distanciamento social. "Posso ter opções: ficar na casa de amigos ou em residências oficiais, seja da Defesa, seja da Marinha, onde for possível, garantindo não gerar aglomerações."

Cancún será a primeira parada de uma viagem que irá se estender até 7 de junho por seis estados do sudeste do México, onde López Obrador irá verificar os avanços em obras importantes de seu governo.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.