Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Protesto sobre rodas: caravanas na Venezuela contra Maduro

Venezuelanos protestam em Caracas, no dia 13 de maio de 2017

(afp_tickers)

Caravanas de automóveis, motos, bicicletas e até mesmo cavalos foram realizadas neste sábado (13) na Venezuela em uma nova onda de protestos contra o presidente Nicolás Maduro, que mais uma vez terminou com bombas de gás lacrimogêneo.

Forças de segurança dispersaram a um desses grupos usando bombas de gás lacrimogêneo as filas de veículos em Caracas e na cidade de Valencia, no norte do país, evitando que os opositores chegassem aos pontos de destino previstos, conforme vericaram os repórtes da AFP.

Militares em motocicletas recorreram a bombas de gás lacrimogêneo para bloquear a passagem do grupo de Caracas na estratégica rodovia Francisco Fajardo, que dá acesso ao estado Vargas.

"Temos que continuar buscando formas de protesto. É para marchar? Marchamos. Bloquear a passagem? Bloqueamos. Caravanas? Aqui estamos", disse à AFP Rafael Galvis, de 46 anos, no volante de uma caminhonete com dezenas de pessoas a bordo, com bandeiras venezuelanas e cartazes contra Maduro.

Os críticos de Maduro completaram seis semanas de manifestações contra seu governo, e nelas exigem "eleições gerais" e repudiam uma Assembleia Popular Constituinte convocada no dia 1º de maio pelo presidente.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Longform The citizens' meeting

Teaser Longform The citizens' meeting

advent calendar

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.