Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Equipe da rede de TV Al-Jazeera corre para se proteger do gás lacrimogêneo lançado pela polícia em sua direção, em Ferguson, Missouri

(afp_tickers)

A polícia do estado do Missouri (região central dos Estados Unidos) lançou gás lacrimogênio e bombas de efeito moral na noite desta quarta-feira contra manifestantes, no quarto dia de protestos pela morte de um jovem negro desarmado em uma ação policial.

Os canais de televisão exibiram imagens de policiais em uma operação contra os manifestantes perto de um posto de gasolina incendiado, na localidade de Ferguson, subúrbio da cidade de Saint Louis.

O presidente Barack Obama pediu calma e diálogo na terça-feira. Ele recordou que o FBI abriu uma investigação federal sobre a morte do jovem, paralela a da polícia, para apurar o caso.

Os distúrbios começaram no domingo, depois de uma cerimônia em memória de Michael Brown, de 18 anos, que faleceu no sábado.

Segundo um amigo da vítima, um policial atirou em Michael, apesar do jovem ter parado e colocado as mãos para o alto como exigia o agente.

Mas a versão do chefe de polícia de St. Louis, Jon Belmar, é diferente. Ele afirma que Brown foi morto depois de agredir o policial e tentar roubar sua arma.

AFP