Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O presidente russo, Vladimir Putin, participa de reunião no palácio do Itamaraty, em Brasília, em 17 de julho de 2014

(afp_tickers)

O presidente russo, Vladimir Putin, responsabilizou nesta quinta-feira a Ucrânia pela queda de um avião malaio com 298 pessoas a bordo em uma região ucraniana controlada por separatistas pró-russos.

"Não há dúvida de que o Estado em que fica o território onde ocorreu essa queda tem a responsabilidade por esta terrível tragédia", declarou o presidente russo, citado pela agência RIA Novosti. "Esta tragédia não teria ocorrido se a paz reinasse nesse país, se as operações militares não tivessem sido retomadas no sudeste da Ucrânia", acrescentou.

O presidente russo também disse ter pedido às autoridades militares russas "que forneçam toda a ajuda necessária para esclarecer este ato criminoso".

AFP