Navigation

Putin visitará Cuba na sexta para falar com Fidel e Raúl Castro

Putin realizará em Cuba a primeira escala de um giro latino-americano de seis dias que também o levará à Argentina e ao Brasil. afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 10. julho 2014 - 15:06
(AFP)

O presidente russo, Vladimir Putin, realizará na sexta-feira uma visita oficial a Havana para se reunir com o líder da revolução cubana, Fidel Castro, e com seu irmão, o presidente Raúl Castro, em um novo passo de aproximação entre os dois velhos aliados da Guerra Fria.

Putin, que realizará em Cuba a primeira escala de um giro latino-americano de seis dias que também o levará à Argentina e ao Brasil, "participará de reuniões oficiais com (...) Raúl Castro e desenvolverá outras atividades", declarou o jornal oficial Granma, sem informar mais detalhes.

Os dois presidentes discutirão acordos de cooperação nos setores de energia, transporte e aeronáutica, indicou o Kremlin, depois de ressaltar que o presidente russo também se encontrará com Fidel Castro, de 87 anos e afastado do poder desde 2006 por motivos de saúde.

Nem a chancelaria cubana, nem a embaixada russa divulgaram o programa da visita, que deve terminar na noite de sexta-feira.

Putin visitará a Argentina no sábado e depois viajará ao Brasil, onde no domingo acompanhará a final do Mundial de Futebol e depois participará da cúpula das potências emergentes do grupo BRICS.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.