Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Imigrantes ilegais aguardam no porto de Tarifa, após serem resgatados pela guarda costeira espanhola enquanto tentavam cruzar o Estreito de Gibraltar em pequenos barcos.

(afp_tickers)

Quase 300 imigrantes subsaarianos que tentavam chegar à Espanha a bordo de embarcações precárias foram resgatados nesta segunda-feira no estreito de Gibraltar, informou o serviço espanhol de salvamento marítimo.

Três botes infláveis foram localizados durante a noite com 32 emigrantes a bordo, entre eles três mulheres e uma criança, informou o salvamento marítimo em sua conta no Twitter.

Junto a outras 28 embarcações interceptadas durante o dia, o salvamento marítimo resgatou 299 imigrantes: 253 homens, 42 mulheres e quatro crianças, incluindo um bebê.

Dezenas de emigrantes subsaarianos, muitos cobertos com mantas da Cruz Vermelha, chegaram durante a tarde ao porto espanhol de Tarifa, no extremo sul da Península Ibérica, onde foram recebidos por agentes da Guarda Civil equipados com luvas de borracha e máscaras médicas diante do alerta internacional pela epidemia de Ebola na África.

Segundo a imprensa espanhola, trata-se do maior número de imigrantes em situação ilegal a chegar ao país em apenas um dia desde 2010.

No domingo, outros 27 subsaarianos foram resgatados no mar, após os 41 socorridos no sábado diante da costa espanhola.

AFP