Navigation

Rússia deve aceitar pedido de Snowden para prorrogar asilo

Edward Snowden conversa com autoridades europeias por vídeoconferêcia, durante audiência no Conselho da Europa, em Estraburgo, na França, em 24 de junho de 2014. afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 11. julho 2014 - 14:20
(AFP)

O pedido de prorrogação do asilo na Rússia do ex-funcionário do serviço de inteligência americano Edward Snowden pode ser atendido dentro de uma semana, informou uma fonte do serviço de migração.

"A vida de Snowden continua em perigo e o Serviço Federal de Migração tem todas as bases para ampliar seu status", disse o presidente da Câmara Pública do serviço de migração, Vladimir Volokh, citado pela agência de notícias Interfax.

"O pedido pode ser examinado em uma semana", completou.

O advogado russo de Edward Snowden, Anatoli Kucherena, anunciou na quarta-feira que apresentou um pedido formal de prorrogação do asilo de seu cliente, que expira em agosto.

Kucherena não informou por quanto tempo Snowden deseja ampliar a estadia na Rússia.

Snowden está em território russo há quase um ano. Em 2013, ele revelou uma rede global de espionagem dos Estados Unidos.

O advogado Kucherena, apontado por muitos como uma pessoa próxima do Kremlin, ajudou Snowden a obter asilo político na Rússia e desde então atua como porta-voz do americano.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.