Navigation

Recorde mundial para um quadro da italiana Artemisia Gentileschi

Pintura do mestre italiano Caravaggio é vista em 10 de março de 2014, em Hong Kong afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 26. junho 2014 - 19:12
(AFP)

Uma pintura da artista italiana do século XVII, Artemisia Gentileschi, foi vendido nesta quinta-feira, em Paris, por 865.500 euros, um recorde mundial para quem é considerada uma das primeiras artistas mulheres da história, anunciou a casa de leilões Sotheby's.

Avaliado entre 200.000 e 300.000 euros, o quadro, que representa Maria Madalena em estado de êxtase, estava desaparecido há várias deçadas.

A tela reapareceu depois de 80 anos de esquecimento e se encontra em "magnífico estado de conservação", segundo o comunicado.

O óleo de Gentileschi — nascida em 1593 em Roma e falecida em Nápoles em 1652 — foi descoberto em uma antiga coleção do sul da França.

Mulher de grande caráter e vida turbulenta, Artemisia, filha de um artista barroco ligado ao grande Caravaggio, foi uma das poucas pinturas reconhecidas em sua época.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.