Navigation

Seis militares feridos em ataque à base militar no Peru

(Arquivo) Militares em Jauja, no Peru, em 1º de agosto de 2017 afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 11. junho 2018 - 23:35
(AFP)

Um ataque de traficantes de drogas e remanescentes da guerrilha do Sendero Luminoso deixou seis militares feridos nesta segunda-feira em uma base no sudeste do Peru, informou o Comando das Forças Armadas.

O ataque à base contraterrorista de Nueva Libertad, na província de Satipo, ocorre quatro dias após a morte de quatro policiais em uma emboscada na mesma região, conhecida por seus cultivos de coca.

O Comando Conjunto das Forças Armadas qualificou os ataques de "assédio armado por parte de delinquentes terroristas que atuaram como pistoleiros do narcotráfico".

Um dos seis militares feridos nesta segunda-feira está em situação muito grave.

A imprensa peruana recordou que a mesma base sofreu um atentado em agosto de 2015, que matou um militar.

A província de Satipo faz parte do vale de plantio de coca formado entre os rios Apurímac, Ene e Mantaro, sob vigilância militar desde 2006.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.