Navigation

Sonda americana inicia retorno do espaço com amostras de asteroide

Imagem do asteroide Bennu registrada em outubro passado afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 11. maio 2021 - 00:47
(AFP)

A sonda espacial americana Osiris-Rex deixou nesta segunda-feira a órbita do asterioide Bennu, do qual recolheu amostras de poeira no ano passado, para iniciar uma longa viagem de retorno à Terra. O aparelho deve pousar no deserto de Utah em 24 de setembro de 2023.

A Osiris-Rex "se afasta agora a quase 1000 km/h do Bennu", informou o chefe da missão, Dante Lauretta, durante uma transmissão de vídeo da Nasa. Os propulsores foram ativados sem incidentes por sete minutos, a fim de colocar a sonda na trajetória correta para a viagem, de 2,3 bilhões de quilômetros.

A sonda carrega mais de 60 gramas de poeira e fragmentos do asteroide, a maior amostra já colhida pela Nasa desde as rochas lunares trazidas pelas missões Apollo. Para alcançar esse objetivo, a agência espacial americana lançou uma operação de alto risco em outubro de 2020: a sonda entrou em contato com o asteroide por alguns segundos e lançou uma rajada de nitrogênio comprimido para levantar a amostra de poeira.

Após dois anos e meio, a cápsula com as amostras será lançada horas antes de entrar na atmosfera terrestre e usará um sistema de paraquedas para desacelerar sua entrada.

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?