Navigation

Tanques israelenses ferem cinco palestinos após explosão em fronteira com Gaza

Médico trata palestino ferido por disparo de tanque israelense, em Khan Yunes, no sul da Faixa de Gaza. afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 27. junho 2014 - 12:02
(AFP)

Cinco palestinos, entre eles um menino, ficaram feridos nesta sexta-feira na Faixa de Gaza por tanques israelenses que abriram fogo após a explosão de uma bomba na fronteira, declararam médicos palestinos e o exército israelense.

Os tanques dispararam contra dois minaretes de mesquitas a leste de Khan Yunes, no sul da Faixa de Gaza, deixando cinco palestinos feridos, entre eles um menino de 11 anos que está em estado grave, declarou à AFP Ashraf al-Qudra, porta-voz dos serviços de saúde de Gaza.

Em um comunicado, o exército israelense afirma que "um artefato foi detonado contra as forças que operam perto da barreira de segurança no sul da Faixa de Gaza". Acrescentou que a explosão não havia deixado feridos.

"As forças (israelenses) responderam com disparos de tanques contra os postos de observação utilizados para guiar os ataques", acrescenta a nota.

Os disparos de foguetes contra Israel se intensificaram nas últimas semanas, provocando ataques aéreos israelenses em represália.

Por outro lado, o exército e os serviços de segurança israelenses buscam intensamente três jovens israelenses que desapareceram no dia 12 de junho na Cisjordânia. Segundo o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, foram sequestrados por homens do Hamas, o movimento no poder na Faixa de Gaza.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.