Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

A temporada de chuvas na Guatemala, que começou em abril e deve terminar em novembro, deixou 31 mortos e 394.666 afetados

(afp_tickers)

A temporada de chuvas na Guatemala, que começou em abril e deve terminar em novembro, deixou 31 mortos e 394.666 afetados, principalmente por deslizamentos e inundações, informou nesta quarta-feira (25) a defesa civil.

As precipitações também deixaram 26 feridos e obrigaram 32.302 pessoas a deixarem suas casas - entre elas, 6.304 foram acolhidas em abrigos, disse a jornalistas David de León, porta-voz da Coordenadora Nacional para a Redução de Desastres (Conred).

De León detalhou que nesta quarta-feira 1.126 pessoas permaneciam abrigadas em 15 centros instalados em nove dos 22 departamentos do país.

A principal tragédia da temporada de chuvas ocorreu em junho, quando um deslizamento de terra matou 12 pessoas em um povoado indígena de San Pedro Soloma, no oeste do país, perto da fronteira com o México.

A última morte registrada ocorreu no último domingo no departamento de Santa Rosa (sudeste), onde um bebê de sete meses foi arrastado pela cheia do rio Los Esclavos.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP