Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Barricada na Praça da Independência, em Kiev, em 6 de julho de 2014. Conhecida como Maidan, a praça se transformou desde novembro de 2013 no epicentro dos protestos contra o regime pró-Rússia que, após uma brutal repressão, acabou com a destituição do presidente Viktor Yanukovytch em fevereiro.

(afp_tickers)

Quatro pessoas ficaram feridas nesta segunda-feira em um tiroteio com armas não letais em Maidan, a praça central de Kiev, ocupada permanentemente por centenas de manifestantes, informou a polícia.

Os feridos, que afirmam ser membros de "grupos de autodefesa" da praça, foram hospitalizados depois de um conflito durante a madrugada.

As vítimas não apresentaram denúncias, mas a polícia anunciou uma investigação sobre as circunstâncias do incidente.

A Praça da Independência, conhecida como Maidan, se transformou desde novembro de 2013 no epicentro dos protestos contra o regime pró-Rússia que, após uma brutal repressão, acabou com a destituição do presidente Viktor Yanukovytch em fevereiro.

AFP