Navigation

Trump anunciará compra de 150 milhões de testes rápidos para covid-19 da Abbott

Os Estados Unidos são o país mais afetado pela pandemia do novo coronavírus afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 27. agosto 2020 - 20:40
(AFP)

O presidente americano, Donald Trump, anunciará nesta quinta-feira (27) a compra de 150 milhões de testes rápidos de covid-19 como parte de um acordo com o grupo farmacêutico Abbott de um total de US$ 750 milhões, disse à AFP um funcionário americano.

Espera-se que o presidente republicano faça o anúncio esta noite, durante seu discurso de encerramento da convenção republicana, na qual formalizará sua candidatura para as eleições de 3 de novembro, acrescentou este funcionário sob a condição de manter sua identidade preservada.

"Este é um avanço importante que ajudará nosso país a permanecer aberto, fazer com que os americanos voltem ao trabalho e as crianças, à escola", disse a diretora de comunicações da Casa Branca, Alyssa Farah.

"O governo Trump se orgulha de se associar com a Abbott Labs para tornar possível esta compra para ajudar o povo americano", acrescentou.

A Agência de Medicamentos e Alimentos dos Estados Unidos (FDA) outorgou na noite de quarta-feira a autorização de uso de emergência para seu novo exame de antígenos do novo coronavírus.

Em seu site na internet, a Abbott diz que o teste será comercializado por cinco dólares e dará resultado em 15 minutos.

Acrescenta que é fácil de usar e não requer equipamento de laboratório, assim como um teste de gravidez.

Em um comunicado, a Abbott acrescentou que distribuirá dezenas de milhões de testes em setembro, levando a produção a 50 milhões de testes por mês em outubro.

Consultada pela AFP sobre a compra que Trump poderia anunciar, a Abbott não respondeu de imediato.

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.