O presidente da Argentina, Mauricio Macri, foi recebido nesta quinta-feira na Casa Branca pelo mandatário Donald Trump, que saudou um quarto de século de amizade entre ambos e a quem definiu como "um grande líder".

Macri e sua esposa, Juliana Awada, foram recebidos por Trump e a primeira dama americana, Melania, e posteriormente os quatro se dirigiram ao Salão Oval para o início de uma reunião.

"Nos conhecemos há muitos, muitos anos. Há 25 anos. Nos conhecemos desde antes da política, e quem pensou que isso pudesse passar para os dois. Conheço Mauricio muito bem, é uma grande pessoa e é um grande líder", disse Trump.

Con a Argentina "seremos melhores amigos como nunca antes. Me sinto confortável apoiando Mauricio, porque sei a quem estou apoiando e Mauricio é uma pessoa que ama seu país", acrescentou.

Macri disse que a visita tinha por objetivo "aprofundar a relação bilateral. Queremos construir relações mais fortes e no longo prazo entre ambos os países".

Palavras-chave

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.