Navigation

Tunísia vive situação 'catastrófica' pela covid, com sistema de saúde em colapso

Médica em hospital de campanha consagrado no combate à covid, em Kairuan (centro da Tunísia) afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 08. julho 2021 - 16:44
(AFP)

A situação sanitária pela covid é "catastrófica" na Tunísia, onde nas últimas semanas foi registrado um recorde de casos, anunciou nesta quinta-feira (8) a porta-voz do ministério da Saúde, referindo-se a um sistema de saúde "em colapso".

"A situação sanitária atual é catastrófica (...), a taxa de contágios aumentou enormemente. O sistema de saúde infelizmente está em colapso", declarou Nissaf Ben Alya em uma entrevista a uma rádio tunisiana.

De acordo com Ben Alya, agora é difícil encontrar leitos ou oxígênio nos hospitais de todo o país. "Se não nos unirmos em nossos esforços, o desastre (sanitário) se agravará", alertou.

Os hospitais tunisianos registram há duas semanas um grande fluxo de pacientes nesta nova onda de casos por covid-19, que alcança níveis sem precedentes.

Na terça-feira, a Tunísia registrou 9.823 casos e 134 mortes. No total, foram contabilizados 464.914 casos e 15.735 mortes, sobre uma população de cerca de 12 milhões de habitantes.

Nas redes sociais, circulam imagens que mostram pacientes no chão de hospitais lotados em todo o país.

Os hospitais de campanha que foram improvisados nos últimos meses não dão conta: 92% dos leitos de cuidados intensivos (UTI) estão ocupados, de acordo com dados do ministério da Saúde publicados no Facebook.

Seis províncias declararam um confinamento rígido para evitar mais contágios.

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?