Navigation

Turquia aprova lei para retomar negociações de paz com o PKK

As reformas foram propostas pelo governo do primeiro-ministro Recep Tayyip Erdogan, numa aparente tentativa de atrair os votos da minoria curda diante das eleições de agosto. afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 10. julho 2014 - 16:20
(AFP)

O parlamento turco aprovou nesta quinta-feira uma lei para retomar as conversações de paz com os rebeldes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) ilegal, anunciou a televisão pública.

As reformas propostas pelo governo primeiro-ministro Recep Tayyip Erdogan, que aparenta ser uma tentativa de atrair os votos da minoria curda diante das eleições de agosto, concederia imunidade a atores-chave envolvidos nas negociações de paz com o PKK, indicou a TRT.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.