Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O Twitter decidiu duplicar o número máximo de caracteres de seus tuítes, passando para 280

(afp_tickers)

O Twitter decidiu duplicar o número máximo de caracteres de seus tuítes, passando para 280, depois de realizar um teste bem-sucedido, anunciou a rede social nesta terça-feira (7).

"Nosso objetivo era tornar possível (a ampliação) enquanto nos asseguramos de manter a velocidade e a brevidade que fazem do Twitter ser o Twitter. Ao observar os resultados (dos testes), ficamos felizes em anunciar que alcançamos nosso objetivo e lançamos a mudança em todos os idiomas" nos quais o limite dos 140 caracteres representava muitas vezes um problema para seus usuários, escreveu a rede social em seu blog, depois de fazer o teste com alguns usuários em setembro.

"Observamos que quando as pessoas precisam mais de 140 caracteres, tuitam mais facilmente e com mais frequência", continua o grupo, que tenta se relançar enquanto perde dinheiro.

A ampliação só se refere aos tuítes em caracteres latinos, esclarece a rede, porque é sobretudo em inglês, espanhol, português e francês que o limite de 140 caracteres às vezes parece causar preocupação nos usuários, diferentemente daqueles que tuitam em japonês, coreano, ou chinês.

Biz Stone, cofundador do Twitter, disse que houve uma resposta positiva ao teste de ampliação do limite das mensagens.

"Além de tuitar mais, as pessoas com 280 caracteres receberam mais curtidas, retuítes, menções, seguidores e estão mais satisfeitas com o Twitter. Como consequência, você também irá dispor de 280 - aproveitem!", tuitou Stone.

No mês passado, o Twitter reportou perdas reduzidas no último trimestre e a empresa sugeriu que poderia ter lucros pela primeira vez no quarto trimestre.

A atualização mostra que os usuários ativos mensais do Twitter aumentaram levemente, para 330 milhões, geralmente de acordo com as previsões.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP