Navigation

Tyson Foods e Hillshire concluem fusão por US$ 8,6 bilhões

O grupo alimentar americano Pinnacle Foods aceitou o pedido de ruptura de compromisso de seu antigo pretendente, Hillshire Brands, e agora este último poderá se unir à Tyson Foods afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 02. julho 2014 - 19:56
(AFP)

A empresa americana Tyson Foods comprou a Hillshire Brands por 8,6 bilhões de dólares, anunciaram nesta quarta-feira as duas, após a curta mas disputada batalha com a concorrente Pilgrim's Pride, subsidiária da brasileira JBS.

A Hillshire se viu envolvida na disputa entre duas grandes companhias de alimento carne processada, a Tyson Foods e a brasileira JBS, por meio da a Pilgrim´s Pride.

A Tyson e a Hillshire anunciaram a conclusão do acordo, que teve seus termos fixados no dia 9 de junho, assim que a Hillshire desistiu de comprar a Pinnacle Foods. Essa foi uma condição para para que a Tyson, que pagou 163 millones de dólares para compensar a Pinnacle, concretizasse sua compra.

A Tyson pagará 7,7 bilhões de dólares -63 dólares por ação em dinheiro- pela Hillshire, e assumirá sua dívida, pela qual a transação chegará aos 8,6 bilhões.

A Tyson prevê que a união das duas firmas representará uma economia de 300 milhões de dólares.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?