Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Insurgentes pró-Rússia em posto de controle na cidade de Metalist, ao norte de Lugansk, na região leste da Ucrânia

(afp_tickers)

As Forças Armadas retomaram na manhã desta terça-feira a operação "antiterrorista" contra os separatistas pró-Rússia no leste da Ucrânia, anunciou o presidente do Parlamento, Oleksandr Turchynov.

"As Forças Armadas realizam ataques contra as bases e os redutos dos terroristas", disse Turchynov.

O presidente ucraniano, Petro Poroshenko, já havia descartado a prorrogação do cessar-fogo e advertiu que as tropas "passariam ao ataque".

Turchynov, que se reuniu com os ministros da Defesa e do Interior, não revelou detalhes sobre as operações.

No campo de batalha, a situação parecia inalterada em relação aos últimos dias de cessar-fogo, nos quais foram registrados muitos incidentes, com trocas de acusações dos dois lados.

O incidente mais grave desde o fim do cessar-fogo acontece nesta terça-feira em Kramatorsk, na região de Donetsk, onde tiros de de origem desconhecida deixaram quatro mortos em um ônibus, informou o governo regional, leal a Kiev, citado pela agência Interfax Ucrânia.

A imprensa ucraniana também informou sobre tiros durante a noite em Donetsk, mas durante a manhã a situação estava calma na cidade, assim como na estrada que vai até outro reduto separatista, Slaviansk.

AFP