Navigation

Vacina anticovid alemã CureVac é apenas 48% eficaz, de acordo com resultados finais

Sede do laboratório CureVac em Tübingen, na Alemanha, 15 de dezembro de 2020 afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 30. junho 2021 - 21:09
(AFP)

A vacina desenvolvida pelo laboratório alemão CureVac tem apenas 48% de eficácia contra a covid-19, nível muito inferior aos outros imunizantes por RNA mensageiro já aprovados, segundo os resultados completos de um ensaio clínico em larga escala, anunciou o laboratório nesta quarta-feira (30).

Nos participantes do ensaio, "o protótipo da vacina CVnCoV demonstrou uma eficácia geral de 48% (83 casos no grupo vacinado, 145 no grupo placebo) contra a doença covid-19, independentemente de sua gravidade", informou em comunicado o laboratório, que assinou um importante contrato com a União Europeia.

O resultado era previsível após a publicação em meados de junho de análises provisórias desencorajadoras de ensaios clínicos. O laboratório disse na época que era devido ao rápido surgimento de novas variantes.

O CureVac indica que o desempenho do produto é ligeiramente melhor na faixa etária de 18-60 anos, com uma eficácia de 53%.

Nesse grupo, o efeito protetor contra as formas moderadas e graves da doença chega a 77%, e é de 100% na prevenção de internações e óbitos, segundo o comunicado.

Mas “nos participantes com mais de 60 anos, que representam 9% dos casos estudados, os dados disponíveis não permitiram determinar a eficácia de forma estatisticamente clara”.

Apesar desses resultados, o CureVac diz estar convencido de que sua vacina "traz uma contribuição valiosa para a saúde pública, protegendo totalmente os participantes do estudo com idade entre 18 e 60 anos contra hospitalização ou morte, e com uma taxa de eficácia de 77% contra a progressão moderada e grave da doença", segundo o diretor executivo do laboratório, Franz-Werner Haas, citado no texto.

Resta agora à Agência Europeia de Medicamentos (EMA), que já está analisando o medicamento, dar ou não sua aprovação para comercialização.

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?