Navigation

Venezuela anuncia "plano especial" por escassez de gasolina em quarentena por COVID-19

(Arquivo) presidente venezuelano, Nicolás Maduro afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 03. abril 2020 - 19:28
(AFP)

A Venezuela anunciou nesta sexta-feira um "plano especial" contra a escassez de combustível durante a quarentena do novo coronavírus, que atribuiu à "intensificação" das sanções impostas pelos Estados Unidos.

"Foi planejada a ativação de um plano especial de suprimento de combustível, com o objetivo de garantir a mobilidade de setores prioritários", como alimentação, saúde, segurança, transporte, entre outros "no contexto do estado de alarme" declarado pelo presidente Nicolás Maduro para "combater a pandemia", informou o vice-presidente da área econômica, Tareck El Aissami, em um comunicado lida na televisão estatal.

Aissami não especificou quais medidas esse plano contempla. Ele disse que foi executado porque as sanções dos EUA impedem a Venezuela de fornecer suprimentos essenciais para a produção de gasolina, distribuída no país por seu preço irrisório.

Flas quilométricas se formaram em frente aos postos de gasolina em Caracas nos últimos dias.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.