Navigation

Venezuela e Panamá restabelecem relações diplomáticas com a posse de Varela

O novo presidente do Panamá, Juan Carlos Varela, toma posse em 1 de julho de 2014 afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 01. julho 2014 - 22:45
(AFP)

Os governos da Venezuela e do Panamá restabeleceram nesta terça-feira suas relações diplomáticas, rompidas em março deste ano, informou o vice-presidente venezuelano, Jorge Arreaza.

"Hoje nós reatamos, restabelecemos plenamente as relações diplomáticas, políticas, culturais e econômicas com o Panamá", informou Arreaza em sua conta do Twitter.

Há um mês, após o resultado das eleições presidenciais do Panamá, Varela assegurou que em 1º de julho, quando tomasse posse, as relações diplomáticas seriam restabelecidas com a Venezuela, que decidiu pelo rompimento unilateralmente, no dia 5 de março.

Na ocasião, o presidente Nicolás Maduro acusou o então mandatário panamenho, Ricardo Martinelli, de ser um "lacaio" dos Estados Unidos e de buscar uma intervenção estrangeira para derrubá-lo.

O Panamá buscava, na época, uma reunião da OEA para tratar dos protestos da oposição na Venezuela, que haviam deixado 43 mortos.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?