Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O novo presidente do Panamá, Juan Carlos Varela, toma posse em 1 de julho de 2014

(afp_tickers)

Os governos da Venezuela e do Panamá restabeleceram nesta terça-feira suas relações diplomáticas, rompidas em março deste ano, informou o vice-presidente venezuelano, Jorge Arreaza.

"Hoje nós reatamos, restabelecemos plenamente as relações diplomáticas, políticas, culturais e econômicas com o Panamá", informou Arreaza em sua conta do Twitter.

Há um mês, após o resultado das eleições presidenciais do Panamá, Varela assegurou que em 1º de julho, quando tomasse posse, as relações diplomáticas seriam restabelecidas com a Venezuela, que decidiu pelo rompimento unilateralmente, no dia 5 de março.

Na ocasião, o presidente Nicolás Maduro acusou o então mandatário panamenho, Ricardo Martinelli, de ser um "lacaio" dos Estados Unidos e de buscar uma intervenção estrangeira para derrubá-lo.

O Panamá buscava, na época, uma reunião da OEA para tratar dos protestos da oposição na Venezuela, que haviam deixado 43 mortos.

AFP