Navigation

Atletas suíços mostram determinação

Simon Ammann já ganhou uma medalha em 2002, em Salt Lake City. Keystone

A grande delegação suíça que vai a Turim participar dos XX Jogos Olímpicos de Inverno tem em mente o próprio hino "we are on fire". Hino que reflete as ambições dos atletas.

Este conteúdo foi publicado em 08. fevereiro 2006 - 12:19

De 10 a 26 de fevereiro, a cúpula do esporte suíço espera que os atletas atinjam a meta almejada: oito medalhas. Em Salt Lake City, os suíços ganharam onze.

De fato, há 4 anos anos, na capital do Estado de Utah (EUA), os suíços sobressaíram em salto de esqui, esqui alpino, esqui nórdico, snowboard, curling, bob e skeleton.

A exemplo de Simon Ammann, duplo campeão em salto de esqui, vários atletas helvéticos tiveram excelentes desempenhos e foram recompensados com uma das cobiçadas medalhas: ouro, prata e bronze.

Oito medalhas em Turim

Este ano em Turim – na Província do Piemonte – o objetivo a que aspira Swiss Olympic são oito medalhas. Segundo o chefe da delegação suíça àquela cidade, essa cifra baseia-se nos resultados dos atletas suíços nos dois últimos anos.

Werner Augsburger explica a swissinfo que "no esporte de elite é preciso dispor de 3 trunfos importantes na mesma disciplina como garantia de ganhar uma medalha. Além disso, as condições nos Jogos Olímpicos são difíceis porque é enorme o que está em jogo".

E é verdade que em fevereiro, nos diferentes locais da competição de Turim, Sestrières e Bardonecchia, Cesena, Pragelato, Pinerolo e Suze d'Oulx, as chances de os suíços conseguirem uma medalha olímpica serão reais em algunas disciplinas.

Snowboard, bob, skeleton e patinagem

Resultados muito bons são, de fato, esperados em várias disciplinas. Em snowboard, os atletas suíços, tanto da equipe feminina quanto masculina, dominam com destemor a temporada. Mas também em salto de esqui, bob, curling, skeleton e patinagem artística.

Nesta última disciplina, todas as esperanças estão depositadas no jovem prodígio do Cantão do Valais, atual campeão do mundo, Stéphane Lambiel. (VEJA PERFIL)

Em salto de esqui, depois da dupla proeza de Simon Ammann, há 4 anos, a Suíça poderá contar com Andreas Küttel, pois ele conseguiu magníficos resultados nesta temporada (VEJA PERFIL).

Em snowboard, as atenções estão voltadas para Philipp Schoch – campeão olímpico em Salt Lake City. Mas, na delegação, cada um dos representantes da disciplina tem condições de subir no pódio.

Em esqui alpino, Ambrosi Hoffmann (VEJA PERFIL) pode tornar-se o atleta providencial. Entre as mulheres, a jovem Fränzi Aufdenblatter tem melhorado nas últimas semanas...

Difícil de dizer se – liderada por Laurence Rochat (VEJA PERFIL) – a equipe feminina de revezamento em esqui de fundo está em condições de repetir a proeza conseguida em Salt Lake City e defender a medalha de bronze.

Em bob, Martin Annen – vencedor da medalha de bronze há 4 anos em bob de dois, com Beat Hefti – está em condições de realizar uma grande performance, não apenas em bob de dois, como também em bob de quatro.

Enfin, les équipes de curling des skip Mirjam Ott chez les dames et Ralph Stöckli chez les hommes devraient logiquement ramener au moins une médaille à la Suisse. Comme Maya Pedersen-Bieri et Gregor Stähli qui s'illustrent tous les quatre ans dans la discipline très peu connue du skeleton (luge tête en avant).

Por fim, as equipes de curling, de Mirjam Ott, do lado feminino, e de Ralph Stöckli, do lado masculino, deveriam logicamente ganhar pelo menos uma medalha. Bem como Maya Pedersen-Bieri e Gregor Stähli que se ilustram de quatro em quatro anos na pouco conhecida disciplina do skeleton (espécie de trenó de grande velocidade em que a pessoa desce deitada, cabeça para frente).

swissinfo, Mathias Froidevaux (Tradução de J.Gabriel Barbosa)

Breves

- Oito medalhas. Este o objetivo que Swissolympic estabeleceu para os atletas da delegação suíça que participa dos Jogos Olímpicos de Turim, de 10 a 26 de fevereiro.

O hino da Suíça nos Jogos Olímpicos, intitulado "We are on fire!" (que podemos traduzir livremente por "estamos fervendo") foi composto por Marc Sway, zuriquense de origem brasileira. O hino foi apresentado pela primeira vez na cerimônia dos méritos esportivos suíços (Sports Awards).

Nos últimos Jogos Olímpicos de Salt Lake City, em 2002, os atletas suíços conquistaram onze medalhas – três de ouro, duas de prata e 6 de bronze).

Em Calgary, em 1988, o total de medalhas se elevava a 15 ; em 1998, em Nagano, a 7 ; em Lillehammer, em 1994, a 9 ; e, em 1992, em Albertville, somente a três medalhas.

End of insertion

Fatos

A delegação suíça que vai a Turim está integrada por 130 atletas. Essa delegação é uma das mais importantes que se reuniu até hoje, pois conta pela primeira vez com duas equipes de hóquei sobre gelo.

End of insertion

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Em conformidade com os padrões da JTI

Em conformidade com os padrões da JTI

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?